O Comité de Seleção da Bolsa Fulbright / Fundação Carmona e Costa para Mestrado em Belas-Artes – Desenho, composto por especialistas em Belas-Artes e por representantes da Comissão Fulbright, nomeou para esta edição do concurso o candidato Gonçalo Preto.

O concurso decorreu de fevereiro a março de 2021, para o ano académico de 2022/2023, tendo sido seguido do processo de colocação do bolseiro num programa de Mestrado em Belas-Artes nos Estados Unidos da América.

A Comissão Fulbright e a Fundação Carmona e Costa regozijam-se com este resultado, que decorre da parceria estabelecida há já mais de 20 anos entre as duas instituições e que se destina a apoiar de dois em dois anos um(a) estudante que deseje frequentar um programa de Mestrado em Belas-Artes – Desenho numa universidade dos Estados Unidos da América, endossando assim o valor da Arte e o seu papel na formação e enriquecimento da sociedade atual.

Congratulamos o novo bolseiro Fulbright, Gonçalo Preto, que vai iniciar o seu  Master of Fine Arts nos Estados Unidos já a partir de setembro de 2022, na Rhode Island School of Design, e desejamos-lhe um excelente trabalho!

— — —

Prevê-se uma nova edição desta Bolsa para o ano académico de 2024/2025. Os requisitos necessários à candidatura são os seguintes:

  • Ter nacionalidade portuguesa.
  • Não ter beneficiado anteriormente de uma bolsa do Programa Fulbright.
  • Não ter residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso.
  • Não ter dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana.
  • Não possuir autorização de residência (green card) nos EUA.
  • Não possuir visto para os EUA válido entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA.
  • Ser licenciado(a).

Os(as) candidatos(as) que reúnam estas condições, têm ainda que apresentar três cartas de recomendação, portefólio e o diploma ou certificado de notas dos graus académicos concluídos.

Partilhar: