«“Dar novos mundos ao mundo”, penso que é o que melhor o traduz. O programa SUSI foi uma das experiências mais transformadoras que já tive a oportunidade de vivenciar, tornando-se difícil pôr em palavras tudo o que representa.

Posso, desde já, afirmar que é um ambiente de extrema exigência, quer pelo multiculturismo que o caracteriza (e inerentes desafios à nossa conceção do mundo), quer pelas variadas atividades académicas que engloba, resultando num profundo crescimento pessoal.

Ao longo de 5 semanas, tive a oportunidade de conhecer uma grande parte da costa leste dos EUA, passando por Boston (muitas vezes apelidada de “Cradle of Liberty” pelo papel que desempenhou na fundação deste país), Nova Iorque, Boca Raton e, finalmente, Washington DC. Um dos aspetos que mais me fascinou foi a diversidade de mentalidades, estilos de vida e até a paisagem urbana que caracteriza cada um destes locais. Pude começar por mergulhar na história da revolução americana e alguns dos seus “founding fathers” e num dos meios académicos mais ativos e dinâmicos do mundo, tendo inclusivamente tido a oportunidade de interagir com estudantes do MIT e Harvard e de conhecer os seus percursos de vida, visitar algumas empresas de topo a nível mundial como a MathWorks e contactar com empreendedores na linha da frente da aplicação de algumas tecnologias de ponta à educação.  Para além disto, houve também a possibilidade sentir e viver em primeira mão o cosmopolitismo estonteante de Manhattan e o clima tropical da Flórida que, juntamente com a sua fauna e flora particulares, dão azo à investigação voltada para o meio natural, especialmente o marinho.

O programa permitiu aprofundar conhecimentos acerca de liderança em diversos contextos práticos, assim como estudar os principais problemas e desafios dos sistemas de educação e do mercado de trabalho na atualidade, quer no panorama americano, quer no global. Todas as aulas, com enfoque especial para discussões de grupo, foram tremendamente enriquecidas pela participação de pessoas provenientes de inúmeras áreas distintas, conjugando, por exemplo, visões políticas e tecnológicas.

Dada a interação constante a que estávamos sujeitos e ainda à experiência de voluntariado em que participamos, reforçaram-se valores e competências como a tolerância, compreensão, o trabalho em equipa eficaz e uma ética de trabalho rigorosa. Estas foram especialmente relevantes no desenvolvimento do projeto final a apresentar em Washington DC, que se afigurou, indubitavelmente, como um modelo de empreendedorismo e ativismo social.

É com estima e carinho que guardo as indeléveis memórias de tudo o que foi vivido em solo americano, incluindo também as amizades que trouxe de volta. Todos os obstáculos do dia-a-dia, todo o processo de aprendizagem e até mesmo vivências mais lúdicas e descontraídas para as quais a intensidade do programa deixava tempo, contribuíram tremendamente para a coesão do grupo com quem tive a sorte de partilhar estes momentos, bem como para um profundo respeito pela diversidade.

Obrigado Departamento do Estado dos Estados Unidos da América, University of Massachusetts Boston, Florida Atlantic University, FHI 360, Fulbright Portugal e a todos os restantes envolvidos pela materialização de uma experiência sem igual.»

António Barros, setembro 2019

António Barros participou no programa SUSI for Student Leaders from Europe on Youth, Education and Closing the Skills Gap organizado pela Universidade de Massachusetts, durante os meses de julho e agosto. Os custos da participação foram integralmente suportados pelo Departamento de Estado dos EUA.

 


Partilhar: