A partida para os EUA requer alguma preparação e cuidado, sobretudo ao nível da documentação. Em baixo está uma lista sugestiva que deverá ser confirmada com a instituição de acolhimento norte-americana. Além disso, fornecemos breves informações sobre alguns aspetos do quotidiano nos EUA que poderão ser úteis.

Lista de documentos que deve ter a postos antes de entrar na alfândega (port of entry) nos EUA:

  • Passaporte e visto
  • Certificate of eligibility (I-20 ou DS-2019)
  • Carta de admissão da instituição norte-americana.
  • Customs Declaration Forms (CF-6059)
  • Arrival-Departure Record Forms (I-94)
  • Morada do local da estadia nos EUA.

Outros documentos que deve levar consigo:

  • Certificados académicos. Leve consigo os certificados originais e, se possível, o resumo dos conteúdos programáticos das disciplinas concluídas.
  • Documentos médicos. Leve consigo o boletim de vacinas e quaisquer prescrições médicas.
  • Certidão de nascimento e certificado de matrimónio, se for caso disso. Leve consigo traduções notarizadas destes certificados.
  • Deve levar consigo algum dinheiro em dólares ou um cartão de crédito para cobrir quaisquer despesas inesperadas, como por exemplo, as que poderão resultar do atraso de um voo.

Bagagem de mão (carry-on):
Não transportar qualquer tipo de recipientes com líquidos de capacidade superior a 100 ml, nem quaisquer objetos metálicos, cortantes ou inflamáveis, tais como tesouras, isqueiros, entre outros. Os recipientes adquiridos depois da passagem pelo controlo de segurança poderão ser transportados.

Bagagem de porão:
Identificada no interior e no exterior com a morada de destino nos EUA à ida e com a morada em Portugal no regresso. Incluir também número de telefone com indicativo internacional, ex. +351 931 234 567. Em trânsito para os EUA, as malas não devem estar trancadas.

Durante a viagem no avião entre a Europa e os EUA:
Serão distribuídos os seguintes formulários que devem ser preenchidos antes da aterragem:

  • Customs Declaration Forms (CF-6059)
  • Arrival- Departure Record Forms (I-94)

À entrada nos EUA, o funcionário da alfândega questionará as razões da sua viagem e tirar-lhe-á impressões digitais biométricas. Parte do I-94 será agrafada ao seu passaporte e será retirada ao sair dos EUA. Passada a alfândega, é necessário recolher as malas de porão e despachá-las novamente.

Contactos de emergência:
Tenha à mão o nome e o número do seu international student adviser caso necessite de lhe telefonar à chegada aos EUA.

INFORMAÇÕES PRÁTICAS:

ATM (Automatic Teller Machines)
Os bancos poderão cobrar até quatro dólares por levantamentos feitos em caixas multibancos de outros bancos.

CURRENCY OF THE US – MOEDA DOS EUA
A unidade monetária nos EUA é o dólar (dollar, $1) em notas ou moedas. As moedas são 1¢ (one cent or a penny), 5¢ (a nickel), 10¢ (a dime), 25¢ (a quarter), e 50¢ (half dollar). As moedas de dimes, embora mais pequenas do que as de 5¢, valem o dobro.

CREDIT CARD – CARTÃO DE CRÉDITO
O cartão de crédito é uma das formas de pagamento mais comum sendo geralmente aceite na maior parte dos estabelecimentos comerciais.

TIPPING – GORJETA
A gratificação pelos serviços prestados, em cafés, restaurantes, táxis, etc., é um costume norte-americano que deve ser respeitado. A gorjeta varia entre os 15% e os 20% do preço indicado sem impostos. Se o serviço for bom, a gorjeta pode ser superior. Se não for bom, a gorjeta deve ser inferior. Um bom método de cálculo da gorjeta é duplicar o valor de impostos apresentado na fatura.

PREÇOS
Os preços dos bens de consumo, restaurantes, lojas, etc., são na maior parte dos casos indicados sem impostos, ao contrário do que acontece em Portugal. Os impostos podem variar entre 5% a 9%, e por isso é preciso ter em conta que o valor final da compra terá sempre esse acréscimo.

INDICATIVO INTERNACIONAL NOS EUA
O indicativo internacional nos EUA é o 011, a que se segue o indicativo do país de destino da chamada, no caso de Portugal, o 351, e finalmente do número de telefone pretendido.

COMUNICAÇÕES EUA / PORTUGAL
O custo das chamadas fixas e móveis para a Europa a partir dos EUA é muito alto, pelo que se aconselha a utilização de meios de comunicação alternativos, como o Skype. É muito frequente existir rede Wi-Fi, por vezes gratuita, fornecida por diferentes entidades, e nesses casos, a comunicação por Skype poderá ser virtualmente gratuita. Os campus universitários estão geralmente equipados com Internet Wi-Fi. Para funcionar nos EUA, o telemóvel terá que ser triband de forma a conseguir captar rede. Meios de comunicação aconselhados: Cartões telefónicos internacionais que se compram nas lojas e supermercados; Skype (voz e imagem; gratuito para outros utilizadores de Skype, custo baixo para telefones fixos e telemóveis). Smartphones com ligação à Internet: aplicações como o Skype, Viber ou Whatsapp permitem realizar chamadas e trocar sms sem custos entre smartphones com essas aplicações instaladas.

MEDIDAS: METRIC SYSTEM vs AMERICAN SYSTEM
Os EUA não utilizam o sistema métrico de medição e assim as unidades de medida são apresentadas diferentemente. Existem aplicações para smartphones que permitem fazer a conversão e alguns telemóveis que possuem essa funcionalidade integrada. De seguida estão alguns exemplos mais comuns:

Distância: Miles.
70 mph=112km/h

Temperatura: Fahrenheit.
90º Fahrenheit=32ºCelsius
80º Fahrenheit=26º Celsius
70º Fahrenheit=21º Celsius
60º Fahrenheit=15º Celsius
50º Fahrenheit=10º Celsius
40º Fahrenheit=4º Celsius
30º Fahrenheit=-1º Celsius

Peso: Pounds (libras)
70 lbs=32 kg
50 lbs=23 kg

Tamanho: as etiquetas da roupa indicam normalmente também as medidas europeias.

ELETRICIDADE
A corrente elétrica nos EUA é de 110 volts. Praticamente todos os aparelhos elétricos que se vendem na Europa são compatíveis com esta voltagem, incluindo computadores portáteis, telemóveis, secadores, etc. Para verificar esta informação, basta conferir a indicação apresentada no transformador do aparelho, por exemplo, dos telemóveis. O que não é compatível é o formato das tomadas elétricas. É necessário adquirir um adaptador de viagem.

SEGURO DE SAÚDE
A preparação de qualquer viagem aos EUA deverá incluir sempre um seguro de saúde adicional, visto que não existe reciprocidade a esse nível entre a Europa e os EUA. No caso de ter sido admitido numa instituição de ensino norte-americana, esta questão deverá ficar resolvida antes do embarque para os EUA.

MAIORIDADE
Nos EUA a maioridade é aos 21 anos, o que significa que, legalmente, não se pode beber álcool antes dessa idade.

FARMÁCIAS
Os medicamentos mais comuns que não necessitam de prescrição médica, tais como analgésicos (painkillers) vendem-se geralmente em alguns supermercados, tais como o CVS, uma rede de farmácias bastante conhecida nos EUA.

FUMAR
Autorizado apenas nos locais indicados. Proíbido em todos os espaços públicos interiores, em certos campus universitários, em certas ruas, à frente de edifícios, etc. Estes avisos devem ser respeitados.

Partilhar: