O Comité de Seleção para a Bolsa Fulbright para Mestrado em Belas-Artes – Desenho com o apoio da Fundação Carmona e Costa, composto por especialistas em Belas-Artes e por representantes da Comissão Fulbright, nomeou para esta edição do concurso a candidata Andreia Santana.

O concurso decorreu de fevereiro a junho de 2019, para o ano académico de 2020/2021, tendo sido seguido do processo de colocação da bolseira no programa de Mestrado em Belas-Artes nos Estados Unidos da América.

Congratulamos a nova bolseira Fulbright, que vai iniciar o seu programa de mestrado em Fine Arts nos Estados Unidos já a partir de janeiro de 2021, na Universidade de Hunter, Nova Iorque.

A Comissão Fulbright e a Fundação Carmona e Costa regozijam-se com este resultado, que decorre da parceria estabelecida há já 20 anos entre as duas instituições e que se destina a apoiar de dois em dois anos um(a) estudante que deseje frequentar um programa de Mestrado em Belas-Artes – Desenho numa universidade dos Estados Unidos da América, endossando assim o valor da Arte e o seu papel na formação e enriquecimento da sociedade atual.

Prevê-se uma nova edição desta Bolsa para o ano académico de 2022/2023. Os requisitos necessários à candidatura são os seguintes:

  • Ter nacionalidade portuguesa.
  • Não ter beneficiado anteriormente de uma bolsa do Programa Fulbright.
  • Não ter residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso.
  • Não ter dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana.
  • Não possuir autorização de residência (green card) nos EUA.
  • Não possuir visto para os EUA válido entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA.
  • Ser licenciado(a).

Os(as) candidatos(as) que reúnam estas condições, têm ainda que apresentar três cartas de recomendação, portefólio e o diploma ou certificado de notas dos graus académicos concluídos.

Desejamos à nova Fulbrighter, Andreia Santana, um excelente trabalho!

Andreia Santana (1991, Lisbon) holds a BFA from ESAD – Caldas da Rainha and was a participant in the Independent Study Program of Maumaus School in Lisbon. She has been part of several international artistic residencies namely, Residency Unlimited in New York, with a fellowship from Calouste Gulbenkian Foundation; Panal 360 in Buenos Aires, Mieszkanie Gepperta, Poland and Gasworks – Triangle Network at Hangar, Lisbon. Santana won the NOVO BANCO Prize, was shortlisted for Ducato Prize (Italy), and has been awarded grants including Amadeo Souza Cardoso and Calouste Gulbenkian Foundation.

Her work is shown internationally, highlighting the exhibitions: 2020 ‘The Skull of the Haunted Snail’ Hangar, Lisbon; 2020 ‘Sonic Materialities’, ARTES, Oporto; ‘Hollow Hands’ at Generali Milano; ‘The Outcast Manufacturers’ at Filomena Soares Gallery; 10000 years between Venus and Mars, Oporto Municipal Gallery; ‘Cultivated Memory’ Peninsula Gallery. New York; ‘Leaves of Absence’ at Serralves Contemporary Art Museum; ‘Vanishing Point’ Cordoaria Nacional; ‘Ghost of Chance’ La Nave, Madrid; ’10 Years, 10 artists, 10 commissions’, Chiado 8, Lisbon; ‘Now It Is Light’ Boavista Gallery, Lisbon;  ‘The Lobster Loop’, MONITOR Gallery, Lisbon.

As a Fulbrighter, Andreia will start her Master of Fine Arts at Hunter, City University of New York, next Spring semester, in January 2021. Here, the student will have the unique opportunity to work in an environment that encourages experimentation, production, and critical dialogue.

Partilhar: