A primeira edição do concurso à Bolsa Fulbright para Investigação com o apoio do Governo Regional dos Açores decorreu de janeiro a abril de 2020, para o ano académico de 2020/2021.

O Comité de Seleção composto por membros do Conselho Diretivo da Comissão Fulbright e com a participação de um representante da Direção Regional de Ciência e Tecnologia dos Açores, nomeou para esta primeira edição do concurso três candidatos(as), de três áreas científicas: Catarina Ritter de Ciências do Ambiente; Diogo Neves Ferreira de Engenharia e Energia Renovável; e  Paulo Borges de Geologia.

Congratulamos pois os(as) três novos(as) bolseiros(as) Fulbright, que vão iniciar os seus programas de investigação nos Estados Unidos já a partir de janeiro de 2021, respetivamente, na Universidade de Pittsburgh (no Estado de Pennsylvania), no Instituto Virginia Tech (no Estado de Virginia) e na Universidade do Arkansas (no Estado de Arkansas).

A Comissão Fulbright e o Governo Regional dos Açores regozijam-se com estes resultados, os primeiros que decorrem da parceria estabelecida em 2019 entre as duas instituições e que se destina a apoiar o desenvolvimento da formação avançada na região.

Esta Bolsa tem como objetivo o apoio a estudantes e profissionais que pretendam desenvolver projetos de investigação em universidades ou centros de investigação nos Estados Unidos da América, com a duração de 4 a 9 meses e terá nova edição para o ano académico de 2021/2022

Os requisitos necessários à candidatura a esta Bolsa são os seguintes:

  • Ter nacionalidade portuguesa e residir nos Açores.
  • Não ter beneficiado anteriormente de uma bolsa do Programa Fulbright.
  • Não ter residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso.
  • Não ter dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana.
  • Não possuir autorização de residência (green card) nos EUA.
  • Não possuir visto para os EUA válido entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA.

Os(as) candidatos(as) que reunam estas condições, têm ainda que apresentar uma affiliation letter, isto é, uma carta  de aceitação por parte da instituição norte-americana de acolhimento, três cartas de recomendação e o diploma ou certificado de notas dos graus académicos concluídos.

Desejamos aos Fulbrighters um excelente trabalho!

Catarina Ritter

Catarina’s area of interest is Paleoecology, with a focus in the anthropogenic impacts upon human arrival in the Azores archipelago. She will use a geochemical-based approach, complementing the biological component studied thus far. To be able to develop part of her research in the U.S. will be a relevant step towards improving the scientific knowledge of paleoecology in mid-latitude islands as well as unravel controversial questions related to human settlement. This chance will also be an important milestone for her professional career path and personal development.

Diogo Neves Ferreira

Diogo’s doctoral work consists on the development of a wave energy converter to power stand-alone systems such as ocean monitoring platforms and recharge stations for autonomous vehicles. As a Visiting Student Researcher at the Energy Harvesting and Mechatronics Research Laboratory, Virginia Tech, Diogo’s research will focus on power electronics and control of electronic generators.

Paulo Borges

I am a young researcher in earth’s sciences. I’m a hobby musician playing the French horn. I have a bachelor degree in geology and master degree in Geoscience by University of Coimbra. I’ve been working and studying on the field of hydrogeology and geology as an intern, in research projects and as a volunteer. I was selected by Fulbright with the support of Regional Government of Azores to receive the Fulbright Scholarship, and travel to the state of Arkansas (EUA) to study and develop the hydrogeophysics techniques

Partilhar: