O concurso à Bolsa Fulbright para Investigação com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) decorreu de janeiro a abril de 2020, para o ano académico de 2020/2021.

O Comité de Seleção, composto por membros do Conselho Diretivo da Comissão Fulbright, nomeou para esta edição do concurso dezanove candidatos(as) de várias áreas científicas:

  • Alexandre Oliveira, de Química (Universidade de Coimbra – University of Chicago)
  • Carlos Sampaio, de Transportes (Universidade de Aveiro – University of California-Riverside)
  • Cátia Vilas Boas, de Ciências Farmacêuticas (Universidade do Porto – University at Buffalo)
  • Gonçalo Moreira, de Ciências Musicais (Universidade Nova de Lisboa –  Eastman School of Music, University of Rochester)
  • Helena Aires, de Ciências da Saúde (Universidade de Coimbra – Mayo Clinic)
  • Inês Marques, de Sivicultura (Universidade de Lisboa – University of California-Berkeley)
  • Joana Guerra, de Genética (Universidade do Porto – University of California-Davis, Genome Center)
  • João Pereira da Silva, de Biologia (Universidade Nova de Lisboa – University of Notre Dame)
  • Joaquim Braga, de Engenharia Mecânica (Universidade de Lisboa-IST – MIT)
  • Laetitia Gaspar, de Biologia (Universidade de Coimbra – Cincinnati Children’s Hospital Medical Center)
  • Luís Ferreira, de Engenharia Biomédica (Universidade de Aveiro – University of Pennsylvania)
  • Nuno Beltrão Marques, de Bioquímica (Universidade de Coimbra – Albert Einstein College of Medicine)
  • Patrícia Santos, de Psicologia (Universidade do Minho – University of Connecticut, School of Medicine)
  • Paulo Santos, de Matemática (Universidade Nova de Lisboa/ Tübingen University – Carnegie Mellon University)
  • Raquel Ermida, de Artes Visuais (Universidade Nova de Lisboa – CUNY Graduate School and University Center)
  • Raquel Videira, de Ciências Médicas (Universidade do Porto/Maastricht University – University of California-Irvine)
  • Sandra Rodrigues, de Ciências do Ambiente (Universidade de Aveiro – Carnegie Mellon University)
  • Sara Nadine Santos, de Bioquímica (Universidade de Aveiro – University of California-Los Angeles)
  • Vitor Almodôvar, de Química (Universidade de Aveiro – University of North of Carolina, Charlotte)

Congratulamos os(as) novos(as) bolseiros(as) Fulbright, que vão iniciar os seus programas de investigação nos Estados Unidos já a partir de janeiro de 2021.

A Comissão Fulbright e a FCT regozijam-se com este resultado, que decorre da parceria estabelecida há já 4 anos entre as duas instituições e que tem como principal objetivo apoiar bolseiros(as) de doutoramento diretamente financiados(as) pela FCT que tenham previsto, no âmbito do seu plano de formação, a realização de um período de investigação numa universidade ou centro de investigação norte-americano, com uma duração de 4 a 9 meses.

Prevê-se uma nova edição desta Bolsa para o ano académico de 2021/2022. Os requisitos necessários à candidatura são os seguintes:

  • Ter nacionalidade portuguesa.
  • Não ter beneficiado anteriormente de uma bolsa do Programa Fulbright.
  • Não ter residido nos EUA durante um período igual ou superior a 5 anos, nos 6 anos anteriores à data do concurso.
  • Não ter dupla nacionalidade, portuguesa e norte-americana.
  • Não possuir autorização de residência (green card) nos EUA.
  • Não possuir visto para os EUA válido entre a altura do concurso à bolsa e o início do período de estadia nos EUA.
  • Ser detentor(a) de uma Bolsa de Doutoramento diretamente financiada pela FCT.

Os(as) candidatos(as) que reúnam estas condições, têm ainda que apresentar uma affiliation letter, isto é, uma carta  de aceitação por parte da instituição norte-americana de acolhimento, três cartas de recomendação e o diploma ou certificado de notas dos graus académicos concluídos.

Desejamos aos novos Fulbrighters um excelente trabalho!

Partilhar: